Acordeons Novos e Usados
Aulas, Peças e Acessórios
Eletrificações e Reformas em Geral
Escolha uma Página

Orlandinho Rocha

Orlandinho Rocha, natural de Porto Alegre/RS, iniciou seus estudos de gaita ponto aos 12 anos com o mestre Sadi Cardoso;

Posteriormente, buscou o aperfeiçoamento na Escola de Música da OSPA – Orquestra Sinfônica de Porto Alegre.

 

 

“No sul do Brasil, podemos destacar o papel de Orlandinho Rocha, que além de gaiteiro, é hoje um dos maiores responsáveis pela divulgação da técnica da gaita ponto sulista.”

Trecho retirado do site de Dorgival Dantas

Aos treze anos, o músico, autodidata, já era visto como um fenômeno entre os que o ouviam nos rodeios e festivais do Rio Grande do Sul. Suas participações foram de 1988 a 1990 nos concursos de gaita ponto.

Ao todo, foram 45 participações, conquistando 1º ou 2º lugares em todas elas!

Confira alguns dos concursos mais importantes.

 

# Rodeio Internacional da Vacaria – 1990

# Fegart – Farroupilha – 1989

# Rodeio Nacional do Campo dos Bugres – Caxias – 1990

# Rodeio Internacional de Tramandaí – 1989

# Rodeio do CTG Gomes Jardim – Guaíba – 1988/1989

# Rodeio do Mercosul (CTG Aldeia dos Anjos) – Gravataí – 1988

# Rodeio Crioulo da ETA – Viamão – 1990

# Rodeio Crioulo Nacional (Parque Assis Brasil) – Esteio – 1989

Profissionalmente, integrou o grupo “Eco do Minuano e Bonitinho” de 1991 a 1992, tocando por toda a Região Sul do País. Gravou com o Grupo, o CD “Preserve a Natureza” (1992).

Fez parte do tradicional grupo “Os Mirins” de 1992 a 2003. Foram mais de 10 anos animando bailes e fazendo shows por este Brasil afora.

Ao longo desta jornada, gravou 6 CDs com “Os Mirins”, são eles

 

“Mate de esperança” (1993)

“O Canto do povo” (1994)

“Festa campeira” (1996)

“Meu nome é Tchê” (1997)

“O Rio Grande me conhece” (2000)

“De todos os tempos” (2002)

 

 

 

Neste mesmo período, gravou 2 CDs solos de Francisco Castilhos

 

“Um serrano pachola”

“Minha estrela”.

Também gravou dois CDs instrumentais

 

“Os gaiteiros do Rio Grande”  (junto com os gaiteiros Beto Caetano, Chico Brasil e Gentil Coelho)

“Os gaiteiros sangue novo”  (junto  com os gaiteiros Nielsen Santos e Maurício Corrêa).

Em 2003, fundou e dirigiu o Grupo SBG “Super Banda Gaúcha”, Foram 4 anos de muita dedicação e trabalho. O grupo fez shows e animou bailes por toda a Região Sul do País.

Gravou e produziu 1 CD com o Grupo SBG intitulado “Se tem vanera”.

Fez participações especiais em alguns CDs, como 

 

– Grupo “Os Maragatos”

– cantor Bugre Xucro

– cantor Valdomiro Maicá

Desde agosto de 2007, Orlandinho Rocha tem se dedicado apenas às atividades da Casa da Gaita Ponto, onde leciona gaita ponto para dezenas de alunos.

Aguardem: em breve, Orlandinho estará lançando seu 1º CD solo instrumental intitulado “O toque de Orlandinho Rocha”.